Mais nove casos de H1N1 confirmados no DF

oletim epidemiológico divulgado nesta sexta-feira (15) informa que Santa Maria é a região com maior incidência de contaminados. Vacinação para grupos prioritários começa na segunda (18)

De acordo com boletim epidemiológico divulgado nesta sexta-feira (15) pela Secretaria de Saúde, há no Distrito Federal 183 suspeitas de contaminação pelo vírus da gripe H1N1 em 2016. Dessas, 35 — contra 26 na semana passada — foram confirmadas: seis em pacientes menores de 5 anos, dois em adolescentes de 15 a 19 anos, 22 em adultos de 20 a 59 anos e cinco em maiores de 60 anos. Sete estão gestantes e nove, internados (sete destes em unidade de terapia intensiva). Segundo o informativo, ocorreram mais duas mortes em adultos, mas ambas ainda são investigadas. Até a semana passada, haviam sido registradas três causadas pelo vírus — de moradoras de Águas Claras, do Paranoá e de Vicente Pires. Uma delas tinha mais de 60 anos e as outras duas estavam na faixa etária de 25 a 59 anos. Santa Maria foi a região administrativa em que houve maior incidência de casos até agora: sete. Asa Norte e Taguatinga seguem em destaque, com seis e quatro contaminações, respectivamente. Vacinação A partir de segunda-feira (18), serão vacinadas contra H1N1 crianças de 6 meses a 5 anos, gestantes, mulheres que deram à luz há até 45 dias e trabalhadores de saúde das redes pública e privada. A imunização contra o vírus poderá ser recebida em qualquer centro de saúde da rede pública, das 8 às 12 horas e das 13 às 17 horas. A Secretaria de Saúde do Distrito Federal já havia antecipado o início da vacinação para cinco dias antes da campanha nacional, que começa em 30 de abril. No entanto, decidiu reduzir ainda mais a espera, porque negociou com o Ministério da Saúde e recebeu, na semana passada e no início desta, 260 mil doses da vacina. Elas foram armazenadas no Parque de Apoio da secretaria, no Setor de Indústria e Abastecimento, para serem distribuídas às 15 coordenações regionais de saúde do DF e repassadas aos centros de saúde. Até o dia 30, o Distrito Federal contará com cerca de 620 mil doses para atender, segundo estimativa da secretaria, 609 mil pessoas. De acordo com a pasta, a primeira parcela da população a ser vacinada totaliza 295 mil pessoas. Também fazem parte do público-alvo que será imunizado: pessoas com mais de 60 anos, povos indígenas, população carcerária e internos do sistema socioeducativo, funcionários do sistema prisional e pessoas com doenças crônicas não transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais. Aqueles que têm alergia severa a ovo não devem ser vacinados antes de procurar um médico. Sintomas A influenza — ou gripe, como é conhecida — é uma doença viral, altamente transmissível. Ela afeta, principalmente, nariz, garganta, boca, brônquios e, ocasionalmente, pulmões. Os sintomas mais comuns são febre acima de 37,8 graus, calafrios, mal-estar, dores no corpo, dor de garganta, prostração, coriza e tosse seca. A infecção dura cerca de uma semana e a transmissão ocorre entre as pessoas por meio das vias respiratórias. Para prevenir a doença, deve-se higienizar bem as mãos, evitar levá-las à boca, nariz e olhos, evitar aglomeração, usar lenços descartáveis, não compartilhar objetos de uso pessoal (como talheres), manter os ambientes ventilados, evitar contato próximo com pessoas que apresentem sintomas de gripe e aglomerações e ambientes fechados, e procurar um médico se apresentar os sintomas. Quem perceber sintomas de gripe deve procurar as unidades básicas de saúde da rede. Remédio Além da vacina, o Ministério da Saúde é responsável por distribuir a medicação para combate à doença, o remédio antiviral Oseltamivir, que se chama Tamiflu comercialmente. O Distrito Federal tem em estoque 15 mil comprimidos do medicamento. Dezesseis unidades de saúde pública oferecem o Tamiflu também para pacientes da rede privada: Centro de Saúde nº 11 de Brasilia Centro de Saúde nº 6 de Brasília (Adolescentro) Centro de Saúde nº 1 de Brazlândia Centro de Saúde nº 4 de Ceilândia Centro de Saúde nº 5 do Gama Centro de Saúde nº 1 do Guará Centro de Saúde nº 2 do Núcleo Bandeirante Centro de Saúde nº 1 do Paranoá Centro de Saúde nº 1 de Planaltina Centro de Saúde nº 2 do Recanto das Emas Centro de Saúde nº 4 de Samambaia Centro de Saúde nº 2 de Santa Maria Centro de Saúde nº 1 de São Sebastião Centro de Saúde nº 1 de Sobradinho Centro de Saúde nº 2 de Taguatinga Farmácia ambulatorial do Hospital de Base Fonte: Agência Brasília

Postado em: 16/04/2016 às 09:43:20
Link:

 • News | Outras Noticias
05/11/2017 - Governo amplia medidas emergenciais no Sol Nascente...
18/08/2016 - Coleta seletiva no Sudoeste/Octogonal chega a 82,87% das residências...
21/01/2016 - 120 serão nomeados para a Polícia Civil até fevereiro...
19/08/2015 - Hospital do DF capacita servidores para lidar com diabetes...
10/06/2016 - Ibram amplia câmara que toma decisões sobre compensação ambiental...
22/09/2015 - Noite de gala para o cinema brasileiro...
31/05/2016 - Governo emite nota técnica para ajudar produtores de milho...
01/12/2015 - Veterinários do governo desenvolvem técnicas para aumentar a produção ...
21/01/2016 - Meta é vacinar ao menos 80% das meninas de 9 anos contra o HPV em 2016...
04/08/2015 - GDF espera até R$ 25 milhões ao mês em depósitos para pagar precatório...

 
No AR

1
Ferida Curada
Zé Neto e Cristiano
2
Espaçosa Demais
Felipe Araújo
3
Tijolão
Jorge e Matheus
4
Nem Tchum
Maiara e Maraisa
5
Milú
Gusttavo Lima
6
Todo Mundo Vai Sofrer
Marília Mendonça
7
Casal Modão
Michel Teló
8
Quando a Bad Bater
Luan Santana
9
Fake News
Gustavo Mioto
10
Para, Pensa e Volta
Yasmin Santos ft. Marília Mendonça
 

Enquete - Vote Agora!
O Quê Cidade Precisa? +

Atendimento
Quadra 34 Conjunto E Lote 11 Setor Oficina
Paranoá - DF
Depto Apoio Comercial
(61) 99674-3001 | (61) 99657-6448
Horário de atendimento
Segunda a Sexta de 08:00 as 18:00
Powered by SimplesClick.NET